O divertido tour de Eliana e seu clã em Orlando

26/03/2015 16:05
 
Com 26 anos de carreira, Eliana (41) enfrenta novo desafio. Ela, que já fez parte de um grupo musical na adolescência, iniciou na TV falando com o público infantil, protagonizou o filme Eliana em o Segredo dos Golfinhos, em 2005, esteve à frente de grandiosos programas de auditório nas emissoras do País e expandiu seus horizontes profissionais para além das telinhas, com seu portal feminino na internet e uma expressiva editora de livros, a Master Books, encara agora uma emocionante fase: comandar o seu Programa Eliana, do SBT, aos domingos, ao vivo, a partir do dia 29 deste mês. “É um desejo antigo. Em agosto, completo dez anos aos domingos e, desde que entrei na emissora, peço para fazer ao vivo. Agora deu certo. Tudo mais espontâneo, com erros e acertos, sem edições. Do jeito que eu gosto”, comemorou ela, em via - gem com o herdeiro Arthur (3), da união com o produtor musical João Marcello Bôscoli (44), e a mãe, Eva (75), ao SeaWorld Orlando, principal parque de vida marinha dos Estados Unidos. Prestes a viver a nova etapa no trabalho, Eliana, após um ano solteira, também terá de encontrar tempo para seu novo amor, o diretor do programa Caldeirão do Huck, Adriano Ricco (37), filho do jornalista Flávio Ricco, que mora no Rio. O casal engatou o romance há exatos dois meses, durante a temporada de férias dela na Flórida, onde ele a visitou.
 
 
– Como está a sua expectativa para estrear ao vivo?
– Em ocasiões especiais, já fiz o programa ao vivo e fico feliz pelo SBT realizar tecnicamente essa minha vontade agora. Estou ansiosa para chegar a hora de falar com todo o País em tempo real.
 
 
– Como será sua nova rotina?
– Vou dedicar mais tempo durante a semana ao Arthur. E, no domingo, que antes eu já trabalhava assistindo e conversando com o diretor sobre o programa enquanto era exibido, agora estarei no SBT fazendo o que amo. Arthur poderá estar comigo na TV ou com a minha família e os amiguinhos. À noite, corro para brincar com ele e fazê-lo dormir.
 
 
– No SeaWorld, o que mais encantou o Arthur?
– Ele está na fase de perguntar tudo e riu muito ao ver os pinguins andando. Ele abraçou um dos pinguins da espécie King, que é praticamente do tamanho dele! Há um espaço que reproduz a Antártica e foi a primeira vez que ele teve contato com a neve. São descobertas lindas.
 
 
– Então ele se tornou um bom companheiro de viagens.
– Sim, porque ele é uma criança que não dá trabalho e se mostrou flexível e com vontade de conhecer coisas novas. Ele já entende o que é uma viagem, é a sua segunda vez na Flórida, e ficou feliz em voltar. Sei que o maior bem que posso dar a ele serão as viagens.
 
 
– Como é sua relação com o João Marcello? Arthur entende que vocês estão separados?
– Ele foi visitar Arthur durante a viagem, fizemos uma programação juntos. A amizade, o carinho e o respeito seguem e crescem na medida em que o Arthur vai entendendo que a mamãe e o papai não moram mais na mesma casa, mas são amigos. Está muito claro para ele, que fica muito feliz quando vê nós dois juntos.
 
 
– Como sente o passar do tempo? Envelhecer a assusta?
– Não necessariamente. O que assusta é perder a saúde. Em termos de aparência, não, as rugas não me assustam. Envelhecer, para mim, tem um significado maior que o estético: é viver. O contrário é morrer cedo. Então, quero envelhecer e viver muito, para ver Arthur crescendo e se realizando.
 
 
– É difícil manter a forma?
– Sim, tem de se esforçar mais. Preciso comer menos e malhar mais do que gostaria. (risos) Mas comecei a correr recentemente, é libertador. Estou gostando muito!
 
 
– O que ainda quer realizar?
– Quero fazer uma viagem completamente sozinha. E concretizar cada vez mais todos os meus projetos profissionais e de vida.
 
 
Fonte: Caras

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!