Visual de atitude Estampa tropical se junta à tendência rocker para criar look moderno.

08/09/2013 18:28

Estamparia com elementos brasileiros será um dos hits do verão e pode compor visuais sofisticados

 
Blazer Carina Suek e calça Lilly Sarti têm texturas diferentes e complementares
 
Detalhe do anel, dourado e discreto, combina com a estampa do paletó em tons quase nude
 
Maxibrincos Eleonora Hsiung remetem ao estilo étnico
 
Foto: Roberto Nemanis/SBT
Sapatos Salvatore Ferragamo, com construção arquitetônica, são modernos e sofisticados

 

A estampa tropical, com fortes elementos de brasilidade, promete ser uma das grandes sensações do próximo verão. Para entrar na moda, contudo, não é preciso apelar para cores fortes ou flores exageradas: é possível montar looks sofisticados e com tons sóbrios, como o vestido por Eliana para apresentar o programa deste domingo (8). Saiba tudo sobre a combinação usada pela comunicadora!

DaquiDali: Como você define o estilo dessa produção?
Luis Fiod: 
O bacana desse look é a combinação pode ser vista quase como rocker, mas ao mesmo tempo meio étnica. A calça imprime essa imagem rock e mais contemporânea, que misturando com o paletó, e o sapato de salto meio em ângulo, meio escultura, joga para o étnico.

Quais são os pontos-chave do look?
A estampa tropical do paletó, Carina Duek, é uma tendência muito forte para o verão. Também tem a combinação da alfaiataria com peças de texturas diferentes: Eliana veste uma calça em couro, da Lilly Sarti, com um paletó de tecido. Essa mistura confere diferentes pesos ao visual e cria um terno muito particular. O maxibrinco, Eleonora Hsiung, é uma tendência e combinado com essa alfaiataria cria um étnico chique e diferente. Essa sandália, Salvatore Ferragamo, é outra coisa muito interessante com esses saltos meio estrutura, que tem uma onda – uma tendência muito forte para os acessórios.

Então o étnico pode ser combinado para criar looks mais chiques?
Sem dúvida. Às vezes a força de uma tendência é que você não precisa ser literal. Quando você veste o étnico não precisa ser o print em um vestido esvoaçante, solto, ou numa bata. Se algum indício existe, seja na estampa ou no shape, é legal que venha esse contraponto que torna a tendência muito mais democrática. Eles vão se fundindo e mixando e criando novos estilos dentro de um mesmo leque de tendências.

O blazer pode ser usado além da maneira tradicional, como uma peça de cobertura?
Aqui esse blazer foi usado quase que como um top, porque está fechado sobre um bustiê preto. É um jeito diferente de usar, porque não é apenas uma peça de sobreposição, que vai ser tirada depois. Assim, com a manga arregaçada, dá realmente um ar de parte de cima, quase que como uma nova camisa. O blazer também pode ser uma peça única, fazendo a vez de um vestido. A pessoa também poderia usar com uma camiseta embaixo sem problemas.

 

Naiara Taborda