Paris renova alma de Eliana: "Apaixonada pela vida"

19/11/2014 22:02

Cidade das luzes, da cultura, da arte e do romantismo, Paris é uma eterna fonte de inspiração para Eliana (40). Em tour pela capital francesa, local que já visitou algumas vezes, a apresentadora mais uma vez aproveitou a atmosfera do lugar para renovar a alma.

“Sempre que venho para cá, me abasteço de sensações, volto diferente. Foi aqui, por exemplo, em 1998, que descobri minha paixão por obras de arte”, disse a musa, cuja viagem também despertou peculiar romance. “Estou apaixonada pela vida, vivendo um romance não necessariamente com alguém, mas ‘in love’ comigo mesma!”, disparou ela, solteira desde o fim da união com João Marcello Bôscoli (44), com quem tem o lindo Arthur (3).

O pequeno, aliás, era lembrado a cada instante do passeio. “A saudade é enorme, mas quando chego em casa, é uma festa. Ele sempre me recebe com uma florzinha”, derrete-se ela, que recentemente se surpreendeu ao ver o herdeiro desvendar seu passado. “Esses dias ele entrou no meu escritório e descobriu que eu cantava para crianças. Ficou encantado e eu toda orgulhosa de saber que fiz um trabalho de qualidade e educativo que agradou ao meu filho”, apontou a comandante do dominical Eliana, no SBT.

Com direito a piquenique ao pé da Torre Eiffel, o tour ainda marcou novo feito da estrela. Com ela, grupo de gerentes de vendas da Jequiti festejou o êxito da fragrância Eliana, a mais vendida da marca de cosméticos. “O perfume traduz nossa personalidade. Por isso, escolhi uma fragrância com toques de elegância, poder e romantismo. Simboliza a fase que vivo, de mãe e profissional realizada”, apontou.

O que mais aprecia em Paris?
Eles têm muita história, coisa que sinto falta no Brasil por ser um País relativamente novo do ponto de vista histórico. Gosto de ir ao supermercado, à farmácia, de saber da rotina das pessoas. Viajar é o melhor dos investimentos!

Dá para conciliar os compromissos com o papel de turista?
A gente dorme menos para viver mais! Um dos momentos mais especiais foi a visita que fiz à capela da Nossa Senhora da Medalha Milagrosa. Tive forte conexão com Deus ali e agradeci o vem acontecendo na minha vida.

Tem espiritualidade forte.
A fé me move nos momentos de dificuldade, claro, mas também nas alegrias. À medida que amadureci, isso ficou mais latente. Quando a gente chega aos 40, repensa várias coisas. Quanto tempo tenho para aproveitar a vida intensamente? Não é uma contagem regressiva; é o contrário, quero aproveitar cada instante com mais intensidade. Tenho maturidade para experimentar coisas diferentes.

Como foi ver Arthur “descobri-la” apresentadora infantil?
Foi mágico vê-lo curtir meu trabalho. Eu ainda não era mãe, mas fazia tudo pensando se aquilo seria legal para o meu filho. Queria proporcionar aos filhos dos outros a mesma coisa que daria ao meu. Tive a certeza que fiz a coisa certa ao vê-lo gostar do meu trabalho.

Saudades daquela época?
Foi uma trajetória intensa, um ciclo bem concluído. Não rompi com as crianças, apenas expandi para a família. Sempre procurei unir o entretenimento ao trabalho educativo. Sinto falta dos shows que fazia, pois podia ver a carinha do público, encontrar-me com ele. Hoje, fico mais nos estúdios.

Você já disse viver fase de foco na carreira. É isso mesmo?
Sempre fui focada, mas hoje sei que o que importa na minha vida é meu ofício e meu filho. São eles que me dão prazer. Me sinto mais segura, bonita, equilibrada e capaz de realizar novos desafios.

Há algum desafio em mente?
Quero ter um programa à noite, experimentar novos ares, mas sem deixar o domingo de lado. Afinal, divido a grade do dia com o meu ídolo, Silvio Santos.


Fonte: Caras